19/OutManuel Pititinga
00:00 / 09:55
71-991232375Participe!
00:00 / 00:11
  • Robson Custódio

Dado reconhece dificuldades impostas pelo São Paulo e diz que jogo foi definido no detalhe

NO FACEBOOK GRUPO BAHÊA AMOR PAIXÃO

NOSSA META É DE 50MIL MEMBROS.

SOLICITE SUA PARTICIPAÇÃO:

➡️https://www.facebook.com/groups/baheaamorepaixao/

Após ler a matéria abaixo, volte aqui e clique na >> COLUNA DO BAP.

Tá imperdível! Vale a pena ler, ver e ouvir o vídeo!

"O BAHIA QUE VEJO"

C/ Antônio Jorge Moreira Garrido.

"COMENTÁRIOS E OPINIÕES"

C/ Genildo Lawinscky.


Matéria;

"Jogo de cachorro grande, geralmente, vence-se no detalhe. E esse detalhe, mais uma vez, pesou a favor do nosso adversário", declarou o técnico do Bahia, Dado Cavalcanti, após a derrota do Bahia para o São Paulo, neste sábado, por 1 a 0, no Morumbi.

O comandante entendeu que a partida foi de "poucas chances" para ambos os lados, mas reconheceu as dificuldades impostas pelo São Paulo. "Hoje nós sabíamos da dificuldade de ter uma posse. Principalmente das circulações de um lado para outro, pela forma que o São Paulo marca: no 10 contra 10 no encaixe. Não trabalha com linhas defensivas, sobras, com balanços, trabalha com pressão na bola. Por uma característica dos nossos jogadores, sofremos mais do que em condições normais. Isso pesou, porque tivemos menos a posse, o São Paulo agrediu mais nossa defesa", analisou.

No segundo tempo, as trocas feitas por Hernán Crespo na equipe paulista tornaram o trabalho do Esquadrão ainda mais complicado, entendeu o treinador do Bahia. "No segundo tempo, eu acho que cedemos um pouco mais de espaço, tivemos algumas mudanças que o São Paulo trouxe para o jogo que contribuíram para ter uma pressão mais forte. Jogadores mais rápidos, com características de movimentação, e a gente perdeu mais força para sair para a velocidade, para a profundidade. Dentro do que esperávamos, as dificuldades se refletiram em campo", destacou.

Contudo, a primeira alteração do lado baiano só veio aos 25 minutos da etapa final. Dado explicou: "A gente tem cinco opções de substituição, o que eu acho que é vantajoso para quem tem uma condição de manter um mesmo nível dos jogadores que estão em campo. E o detalhe principal são os jogadores que sinalizam um poder de troca. Matheus Bahia estava reclamando de dores na panturrilha desde os 30 minutos. Ele pediu para segurar a última troca. Só que a última troca não pode ser feita só, você tem que trocar cinco atletas com três paralisações. Ou seja, ou faz duas ou não faz nenhuma. Esperei Matheus Bahia me dar a confirmação de que conseguiria terminar a partida. A definição dele me permitiu espaço para fazer a dupla troca para, quem sabe, surpreender nosso adversário nos contra-ataques".

O Tricolor Baiano volta a campo no próximo domingo (18), contra o Flamengo, pela 12ª rodada da Série A. O comandante comemorou a semana cheia de trabalho. " É ter a semana cheia favorável, utilizar com foco principal em treinamentos específicos em detalhes que façam a diferença no resultado para termos um melhor resultado no próximo final de semana", finalizou.


Por: Nuno Krause

Texto Fonte Site Oficial: Bahia Notícias

Foto: Google / Artes RCBAP-Robson Custódio

Data: 10 de Julho de 2021

<Leia Mais 🇳🇱🅱️🅰️🅿️ECBahia.Com>

<Leia Mais 🇳🇱🅱️🅰️🅿️ECBahia.Com>


21 visualizações0 comentário
www.bapecbahia.com.jpg
SEU CONDOMÍNIO! NOSSA ESPECIALIDADE!.jpg
LOJA-BAP -png

Nota de Pesar

NOSSO ETERNO "JOELSON ANACLETO"

PARA SEMPRE EM NOSSOS CORAÇÕES:
NOSSO ETERNO DIRETOR DO GRUPO BAP;
"JOELSON ANACLETO"

NOTA DE PESAR NO SITE OFICIAL DO CLUBE

PUBLICIDADE:

SARADA SAUDÁVEL
Escolha seu melhor Plano de Saúde
DETALHES: (71)99123-2375

Next: Conta Grátis Digital C/Cartão de Crédito

Abra a sua!